13 de mai de 2016

#QVN: atualização!


Devo um turbilhão de explicações! Eu ia gravar um vídeo, aí desisti. Depois quis escrever, mas desisti porque quase ninguém acessa blogs, estão todos no YouTube. Pensei em gravar de novo, mas meu lance é escrever. Então resolvi escrever mesmo, leia quem gostar de ler! HAHA

Vamos separar por partes?

A última vez que atualizei o #QueridaVidaNova, eu tinha acabado de me mudar para um lugarzinho só meu. Tive problemas na república que morava não por minha causa pq eu sempre sou um amor e tinha alugado uma pequena casinha para morar sozinha. Isso aconteceu no início de julho no ano passado.

Os meses passaram bem, eu ia comprando as coisinhas para a casa aos poucos, mas em novembro a crise arrebentou a porta da minha casa não, ela não bateu com sutileza e eu comecei a ficar sem saída. Eu buscava emprego a todo custo, meu currículo parecia panfleto de tanto que eu distribuía, mas não houve jeito. Em dezembro, quando entrou um dinheirinho, deixei minha casinha em Petrópolis e voltei para Americana. Cerca de um mês depois, eu e meus pais voltamos em Petrópolis para dar um jeito nas minhas coisas e na casa que eu morava.

E como tudo custa dinheiro, aliás este que eu não tinha, minha faculdade está trancada temporariamente. A transferência para uma aqui perto custaria bastante, eu teria que viajar bastante também por causa da papelada do FIES, e não tinha como. Então tranquei. Mas não desisti do jornalismo! No segundo semestre eu pretendo voltar, já estou com algumas faculdades em mente e ansiosa para voltar a estudar!

Agora...

O momento que estou passando é de constante espera. Assim que voltei de viagem, procurei emprego, mas sem sucesso. Agora faço um bico que amo demais, que é montar digitalmente álbuns de casamento! Me sinto sendo responsável pelas melhores memórias de duas pessoas que se amam sim, sei ser romântica! e ainda tenho um dinheirinho que me ajuda e bastante! 

Mas preciso esperar pelo tempo do trancamento para voltar a estudar; esperar a situação financeira do país melhorar para ter um emprego. Esperar para poder voltar a investir em mim e também, esperar para saber qual meu futuro na blogosfera. 

Sobre ter voltado, ter trancado e esperar esperando, não vejo como um retrocesso. Eu tinha outras escolhas, a mais viável era voltar para casa. A gente as vezes pensa que, quando um jovem volta pra casa dos pais, ele desistiu de tudo, não quer saber de mais nada e só quer conforto. Mas há tantos outros bilhões de motivos e caminhos que levam à isso, não dá pra ter um opinião convencionada sobre.

Eu, por exemplo, estava à beira de um precipício e a melhor escolha nessas horas é dar alguns passos para trás. Mas ah, a vida ainda tem tanto pra me mostrar, Deus tem tanto pra me ensinar, há tantas experiências para viver!

Espero que tenham gostado dessa atualização, senti uma falta imensa de falar com vocês, mesmo não os conhecendo na real. Logo eu posto sobre como foi morar sozinha e longe dos meus pais, o que isso mudou na minha vida e tudo mais!

17 de abr de 2016

Filme: Refém


Estava eu na sala com a minha mãe, quando começa o comercial do programa que estávamos vendo. Algumas vezes nos comerciais, passam trailers de filmes. e eu nunca presto atenção. Peguei meu celular e comecei a mexer na internet, quando eu ouço "and I would call upon Your name..." e me arrepio inteira! Pra quem não sabe, é um trecho de Oceans - Hillsong, apenas a melhor música cristã internacional da vida!
Naturalmente eu, do jeito que vocês me conhecem, enlouqueci. Precisava saber que filme era aquele, saí perguntando pra todas as minhas amigas e amigos que gostam de filmes... E depois de uma árdua pesquisa, encontrei: Refém.


Refém é um filme de 2015, totalmente baseado em uma história real aquele momento que bate o frio na barriga. Conta a história de Ashley Smith (Katy Mara), uma mãe solteira tentando deixar as drogas, e procurando melhorar de vida para poder ter a guarda da filha de volta, que morava com a tia. Ao mesmo tempo que Smith tentava reerguer sua vida ao se mudar para um novo lugar, o prisioneiro Brian Nichols (David Oyelowo) consegue fugir da prisão, e entra na casa da Ashley, fazendo-a refém lá mesmo.


O que muda totalmente o rumo da história da Ashley, é um livro. E por incrível que pareça, não é a bíblia. Ela havia recebido um livro que falava sobre propósitos, fé e arrependimento. Durante a leitura do livro também apreciada por Brian, Deus consegue convencê-lo a mudar, a se entregar, e não machucar Ashley.


E antes que reclamem de spoilers, gostaria de lembrar que essa é uma história real. Ashley passou por tudo isso e hoje conseguiu reestabelecer sua vida. Brian foi preso e pegou prisão perpétua.

Verdadeiros Ashley e Brian! Tudo aconteceu em 11 de Março de 2015, em Atlanta (Georgia)

O que eu achei do filme: Como uma apreciadora de filmes, eu gostei da imagem, som, roteiro, enfim, todas as técnicas de filme. Mas como cristã, esperava mais.
O filme não tem aquele peso espiritual que a gente sempre espera ver nos filmes com conteúdo religioso. Digamos que Deus não aparece muito, mas está em cada detalhe. Quem consegue enxergar as coisas de outra forma, vê que tudo foi permissão de Deus para a redenção de duas almas.
É emocionante, digamos que eu chorei pouco mentira, foi muito mesmo. e eu aconselho a assistir até depois dos créditos!
Não consegui encontrar o filme na internet para assistir gratuitamente, mas aluguei pelo Telecine no Net Now, e também está disponível para comprar pelo YouTube!

16 de abr de 2016

O que aconteceu comigo?!


Tanta coisa mudou desde o meu penúltimo contato, que talvez eu nem saiba por onde começar... Primeiro, talvez, explicando o porquê do sumiço!
Uma foto publicada por @aliciapeclat em
Bom, eu não havia falado abertamente sobre o assunto aqui no blog ainda, mas eu voltei para a casa dos meus pais; não moro mais em Petrópolis. Isso se deu por motivos financeiros. A crise bateu na porta de casa; bateu não, ela entrou metendo o chute na porta e nós não pudemos fazer nada. Meus pais aqui, eu em Petrópolis sem conseguir emprego e praticamente panfletando meu currículo... A situação ficou bem complicada.
Então voltei, porque ao invés de manter duas casas, era uma. E a mesma batalha começou aqui: procurar um emprego.
Assim que cheguei, não parei com o blog, mesmo sabendo que teria que encontrar um emprego aqui também, e que provavelmente eu não teria mais tempo pra me dedicar inteiramente como antes. Pretendia trabalhar e estudar, e um dos objetivos para este ano, é me dedicar mais à igreja. Então eu não teria literalmente tempo para respirar! Conforme o tempo foi passando, e depois da minha última viagem à Petrópolis, eu comecei a perceber que não daria mesmo pra continuar a ser blogueira... Algumas pessoas pensam que é fácil, mas demanda tempo! Uma simples postagem de inspiração de looks demanda de duas à três horas! Vídeo então, nem se fala! As youtubers que fazem VEDA são super-mulheres!
Mas foi triste ver que mais uma vez a vida me deu uma rasteira e eu teria que abandonar o sonho novamente... Ainda bem que eu sou teimosa! Nesse tempo que passei off da blogosfera, vi que as pessoas sempre se sacrificam por aquilo que elas acreditam; e as mais bem sucedidas não apenas profissionalmente, sacrificam-se pelo que querem e acreditam. Resolvi fazer parte desse grupo de pessoas.
Não sei como funcionará, é um tiro no escuro, algumas horas de sono à menos, mas tenho certeza de que valerá a pena.
Obrigada por ler, espero que tenha um maravilhoso dia já que estou escrevendo isto às 07h47 da manhã!
Fique com Deus.

15 de abr de 2016

Postagens de desculpas já viraram rotina por aqui

"Me desculpem" parece ser uma maravilhosa forma de começar tudo, de novo. Não sumi, de novo, porque eu quis. Estava realmente animada com tudo, ainda tenho os rascunhos de todo o conteúdo que já estava pensando no meu Evernote, mas a vida me deu uma rasteira, de novo.
Muita coisa aconteceu desde a última postagem, e vou tentar atualizar vocês com um belíssimo post completinho sobre esse tempo que passei off do blog, mas tudo o que aconteceu me fez pensar que teria que deixar o sonho de ser blogueira de lado, pelo simples fato de não haver mais tempo para sonhar.
Mas tudo o que houve durante todo o tempo que estive longe do CAC, também me mostrou que eu posso ser muito persistente. Não será impossível eu ser blogueira também, escrever pra vocês e até gravar vídeos... só preciso de muita vontade e força. E isso eu terei, se Deus quiser!
Espero que possam me perdoar, de novo.
Fiquem com Deus! <3

20 de dez de 2015

Looks plus-size para o Natal

E ai, galere! Graça e Paz à todos...
O Natal vem chegando, e além da comemoração do nascimento do melhor homem que já pisou na terra, as comidas deliciosas e os presentes, se preparar para este dia acaba sendo sempre muito bom! Pra me ajudar e ajudar à vocês, separei algumas inspirações de looks para o Natal! Saca só:


Looks com calça
Muito provavelmente passarei meu natal com algum look parecido com esses aí de cima! tudo bem que um é macacão, mas tá valendo <3


Looks com vestidos <3


Looks com shorts! Super válido para o verão do Brasil <3
Looks com saias <3
Todas as imagens foram tiradas da melhor rede social para inspirações do mundo, vulgo Pinterest.